Assaltantes têm jogado pedras para forçar parada no acostamento quem chega de carro a Porto Alegre

Ainda sem saber quem lançou de cima de uma das alças de acesso à antiga Ponte do Guaíba o paralelepípedo que matou a passageira de um veículo na noite do último sábado (12), a Polícia Civil confirmou ter registrado outras duas ocorrências similares no mesmo dia. Ao menos um dos atingidos por pedra já prestou depoimento.

De acordo com a corporação, estão sendo analisadas imagens de câmeras de monitoramento e o resultado de uma perícia deve sair em breve. Também está em curso a investigação de um grupo que estaria cometendo assaltos na região. Já no aspecto preventivo, foram intensificadas as rondas ostensivas nas imediações das pontes do Guaíba e da rodoviária de Porto Alegre.

Brigada Militar, Polícia Rodoviária Federal e Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) estão colaborando. Durante um dos patrulhamentos desta semana foram abordados suspeitos e capturado um foragido da Justiça. Trata-se de um homem de 32 anos, natural de São Jerônimo e com antecedentes policiais por roubo, furto e tráfico de drogas.

Na noite de sábado, a mulher que morreu estava no banco do carona de um veículo conduzido pelo marido. Eles seguiam do bairro Sarandi (Zona Norte) para o bairro Ipanema (Zona Sul), pela avenida Castello Branco, a fim de comemorar o Dia dos Namorados em um restaurante.

Ao se aproximar de uma ponte na Freeway, o veículo foi atingido por um paralelepípedo. A pedra acabou atravessando o para-brisa e acertando em cheio a passageira, que sofreu lesões e hemorragia em órgãos internos, devido ao impacto do objeto – potencializado pela velocidade do carro.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima – Munike Fernandes Krischke – foi conduzida já desacordada até o Hospital de Pronto Socorro (HPS) da capital, por volta das 22h, mas não resistiu aos ferimentos. Já o motorista não se feriu.

Apreensão

Em outra operação, realizada nesta quinta-feira (17), a Polícia Civil apreendeu em Porto Alegre 225 aves silvestres. A ofensiva se deu no âmbito do cumprimento de mandados de busca e apreensão em uma residência no bairro Campo Novo (Zona Sul).

A situação envolvendo cativeiro ilegal dos animais havia sido relatada às autoridades por meio de denúncia anônima ao telefone 0800-510-2828.

Dentre as espécies havia exemplares de saíra-militar, saíra-sete-cores, saíra-azul, tico-tico-rei, dragão, canário-da-terra, tiziu, coleiro-do-campo, coleiro-do-brejo, tiê-sangue, sabiá-una, sabiá-do-campo, trinca-ferro, bico-de-pimenta, cardeal, tucano, graúna, azulão, curió e bicudo. Algumas delas são ameaçadas de extinção.

Durante as buscas, foram localizadas ao menos três aves mortas nas gaiolas, bem como outras com aves silvestres convivendo com grande quantidade de fezes.

O proprietário da residência onde foram apreendidos os animais responderá a procedimento policial pelo crime previsto no artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais, com pena de detenção de seis meses a um ano, além de multa, com sentença aumentada em 50% em razão de envolver espécies ameaçadas de extinção, bem como pelo crime previsto no artigo 32 da mesma lei (maus-tratos a animais).

Fonte: Marcello Campos

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Brasil registra 205 mortes por Covid em 24 horas

O Brasil registrou nesta quinta-feira (2) 205 ...

%d blogueiros gostam disto: