Atualização coloca todo o RS em risco baixo ou médio

A nova atualização dos riscos de contágio de Covid-19 no Rio Grande do Sul – de acordo com as bandeiras determinadas pelo sistema de Distanciamento Controlado – coloca todas as regiões do Estado em nível baixo e médio de alerta. Ou seja, identificação amarela ou laranja. A região de Lajeado, única bandeira vermelha conforme o último registro, passou para a laranja, e a de Uruguaiana, que estava classificada como amarela, passa para a bandeira laranja.

Em Lajeado, o governo estadual apontou melhora em dois indicadores de velocidade do avanço de coronavírus: número de casos semanais e variação no número de internados por Síndrome respiratória aguda grave em Unidades de Terapia Intensiva. O primeiro caiu de 20% para 17% e no segundo houve redução em 7%.

No caso de Uruguaiana, o fator predominante para a alteração foi o acréscimo de casos confirmados pelo teste RT-PCR. Na semana passada, a soma das últimas duas semanas era de três casos, mas agora o número aumentou para sete nos últimos 14 dias.

Segundo o governo estadual, a segunda rodada do modelo de Distanciamento Controlado observou as seguintes alterações nas duas semanas no Rio Grande do Sul:

  • número de casos confirmados por RT-PCR reduziu 6,08%, de 444 para 417;
  • número de internados em UTI por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) reduziu em 1,75%, de 229 para 225;
  • número de internados em leitos clínicos por Covid-19 aumentou 22,70%, de 141 para 173;
  • número de internados em leitos UTI por Covid-19 aumentou 2,38%, de 126 para 129;
  • número de leitos de UTI adulto disponíveis para atender Covid-19 diminuiu 5,48%;
  • número de óbitos por Covid-19 diminuiu 6,25%, de 32 para 30.

Óbitos no final de semana

Com o registro de mais cinco óbitos neste começo de final de semana, o Rio Grande do Sul soma pelo menos 142 mortes por Covid-19. As vítimas são de Encantado e Lajeado, no Vale do Taquari, Saldanha Marinho, Santa Maria e Frederico Westphalen.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Vulcão na África não deve causar tsunami no Brasil, diz especialista

A história que uma provável erupção nas ...

%d blogueiros gostam disto: