Azonasul diz que falta de chuva é mais grave do que a pandemia

Dos 22 municípios integrantes da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), 20, até o momento decretaram situação de emergência em decorrência da falta de chuvas. Os prejuízos acumulados nos últimos cinco meses somam mais de R$ 1 bilhão e angustia os prefeitos que já calculam cicatrizes econômicas e sociais ainda mais fortes e duradouras do que a pandemia do Coronavirus. Uma reunião com a participação de deputados e gestores do Estado debateu soluções para contornar a situação durante a tarde da última quinta-feira (30)

Ao clamar pelo apoio e acusar a falta de prioridade para o assunto por parte dos governos estadual e federal, o presidente da Azonasul, Luis Henrique Pereira da Silva, prefeito de Arroio Grande, mostrou o relatório de perdas em várias culturas do setor primário e a situação insustentável da falta de água potável para quase 5 mil famílias da zona rural. “Nós, prefeitos, estamos bancando o abastecimento através de caminhão pipa para que os cidadãos não morram de sede. Mas o dinheiro está acabando e não temos como sustentar os gastos expressivos com o combustível. Além do mais, este tipo de abastecimento é paliativo e insuficiente para atender a demanda crescente”, disse.

O secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho, acenou com a possibilidade de utilização do Fundo de Recursos Hídricos, no total de R$ 4 milhões justificando-se que a secretaria vem construindo açudes e que entregou cerca de trezentos kits de irrigação para agricultores familiares. Covatti também destacou o projeto que vem sendo desenvolvido em parceria com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para o enfrentamento da estiagem no valor de R$ 30 milhões.

O detalhamento da proposta, apresentado pela superintendente da Funasa, Karla Rech, tem como foco quatro pontos: perfuração de poços; redes de água; horas máquinas e compras de equipamentos. A intenção é de acelerar a tramitação do projeto para a imediata realocação das verbas diretamente ao governo estadual. “Vamos desburocratizar os repasses e as prestações de contas serão facilitadas. Os prefeitos poderão utilizar a verba sem processos licitatórios e com adequações simples para a apresentação das despesas”, garantiu Covatti Filho.

Representantes da Defesa Civil também anunciaram que o órgão trabalha com a elaboração de projeto para a instalação de purificadores de água Salta-Z (Solução de Abastecimento por Zeólita) nas comunidades da zona sul. A equipe vem sendo treinada para instruir àquelas famílias que serão beneficiadas com a ferramenta.

PARTICIPAÇÕES:

Os deputados federais Afonso Hamm (PP); Daniel Trzeciak (PSDB) e Alceu Moreira (PMDB) acompanharam o encontro e ofereceram sustentação aos pleitos da região. O grupo de deputados estaduais: Zé Nunes (PT); Fernando Marroni (PT); Luiz Henrique Viana (PSDB) e Fábio Branco também apresentou pronunciamentos solidários à situação da região.

Fonte: Jornal Tribuna do Pampa

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Ministério Público recorre de decisão que negou prisão de homem que matou cachorro em Rio Grande

O MP (Ministério Público) recorreu, no início ...

%d blogueiros gostam disto: