Campeonato alemão reinicia com protocolo de segurança e gol de brasileiro

A retomada do campeonato alemão contou com um golaço do brasileiro Matheus Cunha. A obra-prima nasceu na vitória do Hertha Berlim, por 3 a 0, contra o Hoffenheim.

“Feliz demais por voltar a fazer o que eu amo. Por mais que tenha sido um jogo sem torcida, voltar a sentir o frio na barriga, o desejo de jogar, dormir pensando nas jogadas. Estava sentindo muita falta”, disse o jogador de 20 anos, que também faz parte da seleção brasileira olímpica e concorreu na última temporada ao Prêmio Púskas, da Federação Internacional de Futebol (Fifa), ao gol mais bonito do ano. Mais cinco jogos marcaram o reinício da Bundesliga (nome do torneio germânico), após 66 dias de paralisação por causa da pandemia do novo coronavírus.

No clássico da rodada, o Borussia Dortmund goleou, por 4 a 0, o Schalke 04 (Gelsenkirchen), times de cidades que ficam a apenas 30 quilômetros uma da outra. O destaque da partida ficou com o jovem norueguês Haaland, de apenas 19 anos, já cotado como uma das novas estrelas do esporte.

O jogo também registrou a cena mais marcante da rodada, quando os jogadores foram até as arquibancadas vazias e saudaram uma imaginária muralha humana de torcedores. Todos os eventos esportivos deste sábado (16) foram sem a presença do público, que ficou em casa ou em bares, acompanhando os lances pela televisão. Protocolos de segurança e saúde também foram adotados para evitar a contaminação dos envolvidos no espetáculo da bola.

A letalidade da covid-19 em terras alemãs é considerada baixa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), comparada a outras nações europeias como Itália e Espanha. O país registra cerca de 8 mil mortos e 176 mil infectados pela doença, sendo que o primeiro caso surgiu em janeiro na Baviera.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Ministério Público recorre de decisão que negou prisão de homem que matou cachorro em Rio Grande

O MP (Ministério Público) recorreu, no início ...

%d blogueiros gostam disto: