Capela é interditada após velório de vítima de Covid-19 em Sapucaia do Sul

A capela de uma funerária foi interditada por equipes da Vigilância Sanitária em Sapucaia do Sul, no último sábado, após a realização de um velório, com portas e caixão abertos, da sétima vítima da Covid-19 em Sapucaia do Sul. De acordo com relatos, havia a presença de diversas pessoas e, segundo informações da Fundação Hospitalar Getúlio Vargas, o paciente de 52 anos, morador do bairro Capão da Cruz, chegou na última quarta-feira à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h inconsciente e com parada cardiorrespiratória.

Conforme o grupo hospitalar, apesar das manobras de reanimação realizadas pela equipe durante 40 minutos, o paciente, com histórico de asma e hipertensão, não resistiu e morreu. Seguindo os protocolos oficias em tempos da pandemia, a equipe fez coleta para teste de coronavírus. A esposa e o filho da vítima foram informados de que se tratava de um caso suspeito de Covid-19 e foram avisados que deveriam manter distância e não poderiam tocá-lo. Em seguida, o corpo foi preparado com o rigor exigido pelos protocolos e colocado em saco impermeável com a devida identificação de suspeita do lado externo, até ser entregue à funerária.

A FHGV reiterou que vem tomando todas as medidas exigidas pela Anvisa e pela Secretaria Estadual da Saúde no sentido de prevenir e proteger a saúde e o bem-estar dos usuários, seus familiares, e trabalhadores da instituição com relação ao contágio da Covid-19. A prefeitura confirma que a testagem deu positivo e que o resultado saiu na sexta-feira. Informa ainda que familiares serão testados, conforme o protocolo do Ministério da Saúde, e que outros encaminhamentos devem ser definidos em reunião nesta segunda-feira.

Sapucaia do Sul conta com 122 casos confirmados, 54 recuperados e 7 mortes. O município já realizou 836 testes e 20 seguem aguardando o resultado. Dos casos confirmados, sete estão hospitalizados, sendo cinco na UTI e dois na Clínica Covid.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Com avanço da Covid-19, internações em leitos clínicos aumentam 91,5% no RS

O crescimento dos casos confirmados para Covid-19 ...

%d blogueiros gostam disto: