Charlie Watts, baterista da banda Rolling Stones, morre aos 80 anos

O baterista da banda Rolling Stones, Charlie Watts, morreu, nesta terça-feira (24), aos 80 anos. A informação foi confirmada pelo agente do músico, Bernard Doherty, em comunicado à imprensa britânica.

“É com imensa tristeza que anunciamos a morte de nosso amado Charlie Watts”, afirmou o agente. Watts morreu em um hospital em Londres, na Inglaterra.

“Charlie era um querido marido, pai e avô e, também como membro dos Rolling Stones, um dos maiores bateristas de sua geração. Pedimos gentilmente que a privacidade de sua família, membros da banda e amigos próximos seja respeitada neste momento difícil”, pediu Doherty.

Junto com Mick Jagger e Keith Richards, Watts estava entre os membros mais antigos dos Stones. O grupo passou por algumas mudanças em sua formação ao longo dos anos, desde 1962, quando foi criado.

O baterista foi submetido um procedimento cirúrgico recentemente. Na ocasião, sem detalhar o motivo da cirurgia, o músico informou que o músico ficaria fora da turnê da banda por Dallas, Atlanta, Los Angeles e Las Vegas, nos Estados Unidos.

“Com os ensaios começando em algumas semanas, isso é muito decepcionante para dizer o mínimo, mas também é justo afirmar que ninguém previu isso”, afirmou Watts neste mês.

“Pela primeira vez, meu ritmo tem estado um pouco estranho. Tenho trabalhado duro para estar completamente bem, mas hoje eu devo aceitar os conselhos dos especialistas que isso demorar mais um pouco”, lamentou.

O músico afirmou ainda que não queria que sua recuperação atrasasse a turnê. “Depois de todo o sofrimento causado pela Covid, eu realmente não quero desapontar os fãs do Stones que já estão com seus ingressos com mais um anúncio de adiamento ou cancelamento. Por isso, pedi para meu grande amigo Steve Jordan para me substituir”, declarou na ocasião.

Em 2004, Watts passou por um tratamento contra o câncer. Na época, Jordan também assumiu o posto do baterista nos shows.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Vulcão na África não deve causar tsunami no Brasil, diz especialista

A história que uma provável erupção nas ...

%d blogueiros gostam disto: