Começam as obras do Hospital de Pronto Socorro Regional

A primeira movimentação no local onde será construído o novo Hospital de Pronto Socorro Regional, teve início nesta sexta-feira. Toda a construção que abrigava a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), localizada na avenida Bento Gonçalves esquina com a rua Visconde de Sinimbu, começou a ser demolida.  A previsão é de que o terreno esteja pronto para receber o canteiro de obras em 15 dias.

No local, seis profissionais das empresas Demolição Soterra e Medina Engenharia, trabalham com duas retroescavadeiras e dois caminhões caçamba. A projeção é de que saiam da estrutura 25 cargas de escombros e entulhos. De acordo com o encarregado da obra, Paulo Bitencurte, todo o material está sendo recolhido, armazenado e será, posteriormente, reciclado.

Na próxima semana também deverá ser feito o fechamento com a colocação dos tapumes  em torno do prédio ao lado, o da UPA, onde funcionava o Centro Covid. A unidade foi desativada no último dia 13 e está na finalização da retirada do mobiliário. O local também integra o complexo hospitalar e passar por reforma.

PROCESSO ADIANTADO

No último dia do mês de março, o Município e o Estado assinaram o contrato para a construção do novo Hospital de Pronto Socorro Regional (HPSR), entrando para a história da cidade como o maior investimento feito na área da Saúde: em torno de R$ 60 milhões por meio do programa Avançar RS, do governo estadual. As obras ficarão a cargo da Construtora Augusto Velloso SA, vencedora do processo de licitação.

O NOVO HOSPITAL

Considerado como hospital geral pelo Ministério da Saúde, o complexo disponibilizará atendimento especializado tipo II, acolhendo urgências e emergências. A unidade contará com tecnologia e recursos humanos para casos clínicos e cirúrgicos e receberá pacientes de Pelotas e Zona Sul.

O HRPS terá 9,3 mil metros quadrados de área construída, 121 leitos clínicos – dez destinados a Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) para adultos e dez para pediatria -, cinco salas cirúrgicas e dependências para recuperação. O hospital também prestará atendimento básico de cirurgia geral, traumatologia, bucomaxilofacial e cardiologia.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Dois estabelecimentos, em Jaguarão, são interditados após fiscalização do Programa Segurança Alimentar do RS

Em operação de fiscalização do Programa Segurança ...

%d blogueiros gostam disto: