Criador de galgos de Arroio Grande foi preso por maus tratos.

Uma denúncia de suposta “carreira” de galgos em uma propriedade rural na localidade de Pedregulho, em Arroio Grande, provocou ação conjunta de policiais do Batalhão Ambiental da Brigada Militar e de agentes da Vigilância Sanitária de Arroio Grande. Ao chegar ao local, as equipes constataram o crime de maus-tratos de parte dos cães. Nenhuma corrida estava acontecendo e não havia aglomeração de pessoas.

Ao todo, cerca de 70 cachorros foram encontrados; a grande maioria da raça galgo. Em um abrigo, cercado por tela, três cães – um deles machucado na pata dianteira – alimentavam-se de uma carcaça de cavalo em avançado estágio de putrefação. Os animais só possuíam água suja, com acúmulo de algas, para beber. Também havia fezes no recinto.

Ao ser indagado a respeito da pista de corrida, o proprietário argumentou que era usada apenas para treinar os animais. Um dos treinamentos, inclusive, estaria agendado para a tarde deste domingo (28). A área onde estava localizada a pista – a cerca de 500 metros da casa, estava limpa, com grama aparada e algumas pessoas com seus veículos. Em um dos carros havia medicação de uso veterinário.

Também foi apreendida uma pele no interior do galpão, ao lado da casa. Diante dos fatos, o homem recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime de maus-tratos aos cães e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Arroio Grande.

Os animais foram apreendidos. Um termo de fiel depositário foi elaborado, tendo em vista a falta de meios adequados para transporte dos animais. O infrator também foi notificado para melhorias nas condições dos locais onde estão os animais.

Fonte: Diario Popular

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Dois estabelecimentos, em Jaguarão, são interditados após fiscalização do Programa Segurança Alimentar do RS

Em operação de fiscalização do Programa Segurança ...

%d blogueiros gostam disto: