Defesa Civil estadual afirma que maioria dos municípios gaúchos conseguiu agir e contornar situações sobre tempestade

A passagem da tempestade subtropical ocorreu, na noite da última terça-feira (17) e madrugada desta quarta (18), sem gerar grandes problemas. A Defesa Civil Estadual esteve em alerta e informa que a maioria dos municípios conseguiu agir e contornar situações. Tombamentos de árvores sobre fios elétricos, alagamentos e destelhamentos ocorreram, além de transtornos que levaram à falta de energia elétrica em várias regiões do Estado. No Litoral Norte, Três Cachoeiras deve declarar situação de emergência no município.

“Os alertas, avisos e entrevistas da Defesa Civil contribuíram para minimizar, e muito, todos os estragos da tempestade subtropical, que assolou o Estado, principalmente, no dia de ontem [terça-feira]. Muitas pessoas revisaram os seus telhados, janelas e portas ou deixaram de sair. As pessoas precisam acreditar na prevenção. Adotar essa cultura preventiva da auto proteção”, afirmou o coordenador estadual da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, coronel Júlio César Rocha Lopes. “E claro, se o evento acontecesse em grande magnitude, a situação poderia ser pior. Mas, a preservação tem esse viés, de as pessoas se autopreservarem, preservarem os familiares e amigos, além de cuidarem dos seus negócios. A preservação sempre é o melhor caminho”, reforçou.

As regiões litorâneas sofreram os maiores transtornos gerados pela tempestade. Em Três Cachoeiras, o vento destruiu o ginásio municipal e destelhou casas. Uma equipe da Defesa Civil Estadual foi ao local prestar auxílio ao município. Em Tramandaí, o vento forte arrancou parte do telhado de uma ala da Fundação Hospitalar Getúlio Vargas.

Defesa Civil

A Defesa Civil, tanto a municipal, estadual ou federal, trabalha nas fases de prevenção, mitigação, recuperação e respostas. Assim, um dos primeiros pilares é trabalhar massivamente na prevenção do que pode acontecer em momentos nos quais a sociedade pode enfrentar algum risco. Passando para a população recomendações do que fazer para reduzir os efeitos dos acontecimentos, zelando pela integridade física das pessoas e protegendo os seus bens materiais.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Google vai distribuir 500 mil bolsas de estudos para cursos em tecnologia; veja como se candidatar

O Google anunciou em junho que distribuirá ...

%d blogueiros gostam disto: