ERS-608 começa a receber melhorias em Pedras Altas

As máquinas voltaram esta semana à ERS-608, na Zona Sul. Além da recuperação do trecho pavimentado no acesso a Pedras Altas, serão realizadas ações de manutenção até o município de Pinheiro Machado. Executados pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), vinculado à Secretaria de Logística e Transportes, os serviços abrangem os 34 quilômetros de extensão da rodovia.

Conforme o prefeito de Pedras Altas, Bebeto Perdomo (PP) a retomada dessa obra é aguardada há mais de uma década pela comunidade. “Não teremos os 34 quilômetros asfaltados, mas concluindo esses 11 já estamos vencendo uma batalha”. Perdomo argumenta que os benefícios passam por todas as áreas, desde a saúde com a melhoria do deslocamento para pacientes até a possibilidade de futuros investimentos no município.

O prefeito lembra ainda, que Pedras Altas é uma das únicas cidades da região ainda sem acesso asfáltico. “Trata-se de uma via amplamente utilizada pelos moradores de Pinheiro Machado, Pedras Altas e Herval. Além disso, possui relevância econômica, pois é rota para o escoamento da madeira produzida na região”, destaca o secretário Juvir Costella.

Serão 11 quilômetros de asfalto renovado no acesso a Pedras Altas. As atividades incluem operação tapa-buracos e correções no pavimento, com a implantação de uma nova camada para diminuir as imperfeições da pista. Por fim, o trecho será sinalizado.

“A partir da conclusão desse trabalho, os motoristas poderão transitar com muito mais conforto e segurança na rodovia”, destaca o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino. “Nos demais 23 quilômetros que compõem a ERS-608, próximo a Pinheiro Machado, serão realizados serviços de conservação, como patrolagem.”

Serão investidos na rodovia cerca de R$ 4 milhões, oriundos do Tesouro do Estado. A expectativa é de que as obras estejam concluídas em dois meses – prazo que pode sofrer alteração de acordo com as condições climáticas.

Fonte: Diario Popular

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Ministério Público recorre de decisão que negou prisão de homem que matou cachorro em Rio Grande

O MP (Ministério Público) recorreu, no início ...

%d blogueiros gostam disto: