Feminicídio: Mulher é brutalmente assassinada em Jaguarão

A notícia de um crime brutal no início da noite desta sexta-feira (7) chocou a cidade de Jaguarão. Uma mulher de 44 anos foi morta com três disparos de arma de fogo na cabeça, por volta das 19:30h.
Segundo informações da delegada Juliana Ribeiro, que coordena a investigação, o crime de feminicídio foi praticado por um homem de 68 anos, na frente da filha de ambos, uma jovem de 26 anos. Informações extra oficiais apontam que mais pessoas estariam no local.
A delegada contou que o autor dos disparos assumiu a autoria do crime e a motivação seria desavenças entre eles. Ainda segundo a delegada eles estavam na residência em que moravam juntos, na Rua dos Andradas, centro da cidade, quando aconteceu uma discussão seguida pelo crime.

A vítima chegou a ser socorrida pelo SAMU, mas infelizmente veio a óbito no hospital. O homem saiu em fuga do local do crime e foi capturado por policiais miliares do efetivo de apoio da Operação Golfinho da Brigada Militar.
Conforme os policiais militares, eles estavam em patrulhamento quando receberam o chamado com as informações da placa do veículo usado na fuga e conseguiram encontrar o homem em um veículo na Rua Orobaldo dos Santos, no bairro Sagrada Família. Ele estava com a arma do crime e foi preso em flagrante.
Durante a noite a delegada já colheu depoimento da jovem que presenciou o crime e também ouviu o autor dos disparos, que estava acompanhado do seu advogado. O depoimento dele foi encerrado por volta das 23h, quando já foi encaminhado diretamente para o Presídio de Jaguarão.
O corpo da vítima foi levado ao DML de Pelotas, para necropsia.

A Polícia Civil , através da delegada Juliana Ribeiro, deverá ouvir mais algumas pessoas nos próximos dias para dar sequência ao inquérito.
A vítima do feminicídio, deixa três filhos e um neto.

Texto: Fernanda Cassel/ Variedades do Ruba

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Ministério Público recorre de decisão que negou prisão de homem que matou cachorro em Rio Grande

O MP (Ministério Público) recorreu, no início ...

%d blogueiros gostam disto: