Herval acata novo Decreto do Estado

Em reunião realizada na manhã dessa terça-feira (23), o Comitê de Enfrentamento à Pandemia concordou e acatou as novas medidas impostas pelo Decreto do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, publicado na segunda-feira.

“Entendemos a situação de todos, mas precisamos estabelecer medidas para evitar o colapso da saúde e até um lockdown”, alertou o Prefeito Ildo Sallaberry, complementando que podemos estar vivendo o pior momento da pandemia. “Nós dependemos de leitos de UTI de hospitais da região, como Pelotas, Rio Grande e Canguçu, que nesse momento estão quase em lotação máxima, por isso todos os cuidados devem ser reforçados”, frisou o Prefeito.

Com o novo decreto do Estado, nº 55.769/2021, fica vedado à abertura para atendimento ao público, bem como de permanência de clientes nos recintos ou nas áreas internas e externas de circulação ou de espera de todo e qualquer estabelecimento, durante o horário compreendido entre as 20h e às 5h.

Além disso, também está proibida a realização de festas, reuniões ou eventos, formação de filas e aglomerações de pessoas nos recintos ou nas áreas internas e externas de circulação ou de espera, bem como nas faixas de areia das praias, calçadas e portarias.

Os supermercados, no entanto, deveram encerrar a recepção dos clientes até às 20h, mas é permitida a conclusão do atendimento dos consumidores que tenham ingressado até às 20h, desde que não ultrapasse às 21h.

Com as medidas, Herval também suspende temporariamente as atividades esportivas no Ginásio de Esportes, devido ao horário de restrição estabelecido. Ainda será suspensa a distribuição dos carnês do IPTU, que estava prevista para iniciar amanhã (24) – uma nova data será divulgada nos meios de comunicação da Prefeitura.

O cumprimento do Decreto Estadual é obrigatório para todos os municípios gaúchos, independente da Bandeira em que foram classificados no Modelo de Distanciamento Controlado.

Fonte: Assessoria de Imprensa

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Vulcão na África não deve causar tsunami no Brasil, diz especialista

A história que uma provável erupção nas ...

%d blogueiros gostam disto: