Joe Biden vira em estados cruciais nas eleições dos EUA

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que espera vencer a eleição em seu primeiro pronunciamento após a virada em estados cruciais, neste sábado (7). “Não temos uma declaração final de vitória, mas os números são convincentes, nós vamos ganhar essa eleição”, disse Biden.

Na sexta-feira (6), o candidato conquistou a maioria dos votos em dois estados-chave: a Pensilvânia e a Geórgia. Nesses dois estados, a vantagem de Biden sobre o republicano cresceu ao longo do dia.

“Vamos vencer com uma grande maioria, nós tivemos mais de 74 milhões de votos”, disse Biden. “É mais do que qualquer outra chapa teve na história, e nosso total de votos está crescendo.”

“Há 24 horas, estávamos atrás na Geórgia e agora vamos vencer lá. Há 24 horas, estávamos atrás na Pensilvânia e vamos vencer. Estamos ganhando no Arizona e nossa liderança dobrou em Nevada”, disse. “Seremos os primeiros democratas a vencer no Arizona em 24 anos e na Geórgia em 28 anos”, afirmou ao lado da candidata a vice-presidente, Kamala Harris.

Ele também falou sobre a vitória nos Estados de Michigan e Wisconsin. “Nós construímos a parede azul que desmoronou quatro anos atrás”, disse, referindo-se a esses locais. O ex-vice-presidente pediu paciência aos eleitores. “Sei que a contagem avança devagar e isso nos deixa ansiosos”.

Joe Biden afirmou que, enquanto espera os resultados finais, já “começou a trabalhar”. Disse que no primeiro dia de sua presidência, se eleito, colocará em prática um plano de conter o coronavírus. Citou como prioridades a economia e o meio ambiente. “Nós temos um plano econômico para uma recuperação forte”, avisou.

O candidato também expressou condolências às famílias que perderam parentes para a Covid-19. “Quero que saibam que não estão sozinhas, nossos corações estão partidos com os de vocês. Podemos salvar muitas vidas nos próximos meses”, disse Biden.

Joe Biden também se manifestou sobre o sistema eleitoral, dizendo aos americanos confiarem nele. “Nós sabemos que as tensões estão altas depois de uma eleição tão dura. Nós temos que nos manter calmos. Estamos provando de novo o que já provamos por 244 anos nesse país: a democracia funciona. O seu voto será contado. Não deixarei que interrompam esse processo (de contagem), as pessoas serão ouvidas”, declarou.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Herval ganhará pista de Veloterra

A Administração Municipal e a Associação Hervalense ...

%d blogueiros gostam disto: