Justiça determina bloqueio de quase 1,2 milhão das contas da Prefeitura de Pinheiro Machado

Na segunda-feira (27), o Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJ-RS) determinou o bloqueio de R$ 1.165.132,68 de contas do Executivo Municipal de Pinheiro Machado onde 80% são de contas vinculadas à área da Saúde e Educação. O valor servirá para pagamento de precatórios movidos desde 2014 contra a Prefeitura.

Ressalta-se que os outros 20% desse valor são referentes a recursos livres do município. O valor trata de 38 contas no Banco do Brasil com valor total de R$ 562.729,15 e 48 contas no Banrisul com valor total de R$ 602.403,53.

Segundo nota, a administração municipal acredita que o bloqueio judicial não poderia ter vindo em pior hora, onde todas as atenções estão voltadas para o combate à pandemia do coronavírus e à estiagem que assola o município.

O prefeito José Antônio Rosa (PDT) esteve reunido com sua equipe analisando a situação e preparando a defesa para buscar reverter a decisão, o que segundo o gestor, se não for revertida representará o caos nas contas públicas municipais.

“O recebimento destes valores por parte dos funcionários é de direito deles, apenas o que lamentamos é que a determinação foi dada neste momento complicado. A maior parte dos valores é ligada à Saúde e Educação, portanto não poderemos realizar nenhum investimento e movimentação financeira, até reverter esta situação”, pontuou.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Dois estabelecimentos, em Jaguarão, são interditados após fiscalização do Programa Segurança Alimentar do RS

Em operação de fiscalização do Programa Segurança ...

%d blogueiros gostam disto: