Obras e desenvolvimento para Herval

Nem só do combate ao coronavírus viveremos nós nesse tempo atroz. E antes que me acusem de negacionismo, não se trata de normalizar o cenário da pandemia que segue oferecendo alto risco de colapso ao sistema de saúde e da perda de outras milhares de vidas humanas. Sem dúvida, a ação prioritária ainda deve ser as medidas sanitárias, o distanciamento social e a luta pela vacina para todos. O fato é que o poder público não poder ficar preso no momento presente e precisa sempre andar uns passos adiante. Nesse sentido, Herval sai na frente e, ao mesmo tempo em que segue firme no combate ao vírus que paralisou e vem obrigando o mundo a se reinventar, projeta e já começa a tirar do papel obras que irão mudar a cara da nossa terra e impactar positivamente a vida dos hervalenses, em todos os cantos do município.

Antes da pandemia, os principais países do planeta (especialmente na Europa) caminhavam a passos largos rumo à redução das funções públicas do Estado e do fortalecimento da economia de mercado, dominada pelo setor privado. Com a pandemia, essas nações mudaram o posicionamento e colocaram a máquina pública como principal alavanca da economia, assegurando auxílios emergenciais aos trabalhadores e adotando medidas de proteção aos negócios de pequeno e médio porte. O Brasil de Bolsonaro e do ministro Paulo Guedes optou por andar na contramão e usar a pandemia para aprofundar a agenda de desmonte do setor público, de desprezo ao capital produtivo, de endeusamento do mercado financeiro, de desnacionalização da nossa economia e de corte ou descontinuidade de políticas de renda mínima e proteção social das famílias vulneráveis. Ou no dizer de outro ministro: o governo aproveitou esse momento dramático para passar a boiada.

Pois em Herval a administração pública mostra elevado espírito público e chama a responsabilidade para si, não apenas adotando as medidas restritivas necessárias para proteger a saúde da população, mas também investindo em obras públicas estruturantes que visam tanto resgatar uma dívida histórica e promover um salto na infraestrutura, como também movimentar a economia e colocar o poder público no papel de principal promotor do desenvolvimento local nesse momento de crise e incertezas.

Herval está prestes a virar um canteiro de obras, com o investimento em calçamento de vias públicas em todos os bairros da cidade. No total, deverão ser calçadas em torno de 40 quadras de ruas, sendo que uma obra abrangendo 4 quadras se encontra em andamento, outras 14 já foram licitadas e em breve um novo lote com mais de 20 quadras deverá ser licitado. Além disso, a administração municipal trabalha firme para adquirir novos maquinários e obter recursos para a recuperação e melhoria das estradas vicinais que se encontravam bastante descuidadas. Nesse sentido, se encontra em processo licitatório com recursos destinados pela Secretaria de Obras do RS, a contratação de maquinário que irá realizar serviços na região do Passo do Veado, em regime de horas máquinas, no valor de R$ 100 mil. Outros cerca de R$ 400 mil oriundos do Incra já foram licitados e os valores previstos chegaram aos cofres da prefeitura no último dia 26 de março, sendo que a empresa contratada já foi autorizada pelo município a iniciar as obras que serão realizadas na localidade do Basílio e arredores. Além disso, existe a promessa do Incra de repassar ao município um recurso de cerca de R$ 750 mil para investimento em estradas internas e de acesso aos assentamentos da Reforma Agrária. O governo municipal ainda corre atrás para tentar salvar dois projetos herdados da gestão anterior, um prevendo a reforma do Ginásio Municipal de Esportes e outro a construção de uma quadra esportiva no assentamento Nova Herval.

Para preservar a saúde, mesmo com a vacina chegando à conta gotas (fruto do negacionismo e da inércia do governo federal) precisamos manter as medidas restritivas de circulação e contato entre as pessoas, porém isso não pode ser sinônimo de cruzar os braços ou paralisia completa. Ao lado da preservação da vida, é preciso resgatar os valores civilizatórios e o papel do poder público de indutor do desenvolvimento econômico e promotor da justiça social. É muito significativo o que vem por aí, ainda mais no ambiente que vivemos. Graças ao espírito visionário do prefeito Ildo Sallaberry e sua equipe de trabalho, Herval faz o dever de casa e prepara a colheita de um tempo com mais desenvolvimento, otimismo e qualidade de vida para todos. “Quem sabe faz a hora não espera acontecer

Sobre Reportagem

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Vamos falar das finanças públicas em tempos de pandemia?

O presente escrito não tem a pretensão ...

%d blogueiros gostam disto: