Paraguai manterá fronteiras com o Brasil fechadas até que a curva do coronavírus seja “achatada

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, disse que o país vai manter as fronteiras com o Brasil fechadas até que a curva de contágio do coronavírus no território brasileiro seja “achatada” – ou seja, que os números de novos casos de Covid-19 parem de aumentar.

“O Brasil é o segundo país com o maior número de mortes e temos uma obrigação moral de cuidar da saúde de nosso povo”, afirmou Benítez na quinta-feira (23).

O presidente paraguaio acrescentou ainda que, mesmo com o fechamento, “uma das cidades com mais casos” de Covid-19 no país é Ciudad del Este, que faz fronteira com Foz de Iguaçu, no Paraná, e fica a cerca de 330 quilômetros da capital Assunção.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Ministério Público recorre de decisão que negou prisão de homem que matou cachorro em Rio Grande

O MP (Ministério Público) recorreu, no início ...

%d blogueiros gostam disto: