Patram flagra trio com 120 quilos de pescado

Crime ambiental foi flagrado por policiais militares. Três homens que transitavam na BR 116, foram abordados quando passavam por Pelotas na segunda-feira.

De acordo com o 1º Batalhão Ambiental da Brigada Militar (1º BABM), policiais abordaram veiculo que rebocava uma embarcação.

No carro estavam o condutor e mais dois homens. Conforme informaram à guarnição da PATRAM, eles estavam vindo da localidade de Santa Isabel em Arroio Grande.

Amostra de peixe apanhado de forma criminosa

O veículo e a lancha foram vistoriados, e os policiais militares encontraram redes de pesca, e mais de cem quilos de pescado. Sem as vísceras, possivelmente seriam comercializados.

No interior do barco, foram localizados 120 quilos de pescado. Os peixes estava acondicionados em caixas de isopor. O pescado foi apreendido.

REDES – Também houve apreensão de sete redes, utilizadas pelos infratores. De acordo com a divulgação da PATRAM, cinco delas são no estilo “feiticeira”, artefato que está proibido por Instrução Normativa.

Rede “feiticeira” está proibida

LICENÇA – A guarnição também constatou que nenhum dos homens, possuía a licença expedida para a prática da pesca profissional com redes.

DELEGACIA – Todo o material foi recolhido, e o trio encaminhado até a Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), da Polícia Civil.

Fonte: Diário da Manhã

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Ministério Público recorre de decisão que negou prisão de homem que matou cachorro em Rio Grande

O MP (Ministério Público) recorreu, no início ...

%d blogueiros gostam disto: