Polícia Civil lança novo programa de enfrentamento à violência contra a mulher

O programa Polícia Civil por Elas foi lançado pela corporação nesta terça-feira (10) no Rio Grande do Sul. A iniciativa visa ao enfrentamento da violência contra as mulheres, a prevenção desse tipo de crime e o empoderamento pessoal e profissional do sexo feminino.

“O programa reúne toda a estrutura que a instituição já dispõe no enfrentamento à violência contra a mulher e busca parcerias na iniciativa privada para ajudar na luta contra esse tipo de crime”, explicou a chefe de Polícia do RS, Nadine Anflor.

Segundo a Polícia Civil, uma das iniciativas mais pujantes que integram o programa é a implantação sequencial das Salas das Margaridas – espaços reservados, privativos e acolhedores onde são registradas ocorrências policiais, realizadas oitivas das vítimas e solicitadas medidas protetivas de urgência, além de demais ações que fazem parte da Lei Maria da Penha.

Também haverá atividades preventivas, como palestras em instituição públicas e privadas e ações de orientação à população. Em parceria com academias e escolas de artes marciais, mulheres vítimas de violência doméstica aprenderão noções gerais sobre técnicas de defesa pessoal e encontrarão nas colegas de turma o apoio de pessoas que passaram pelo mesmo problema que elas.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Ministério Público recorre de decisão que negou prisão de homem que matou cachorro em Rio Grande

O MP (Ministério Público) recorreu, no início ...

%d blogueiros gostam disto: