Preso acusado de usar alvarás judiciais falsos para sacar milhões de reais no RS

Um homem acusado de sacar R$ 3 milhões por meio de alvarás judiciais fraudulentos, na Região Sul do Rio Grande do Sul, foi preso preventivamente pela Polícia Civil nesta quarta-feira (18).

Os agentes que deflagraram da Operação Signatários cumpriram, ainda, cinco mandados de busca e apreensão nas cidades de Canguçu e São Sepé.

Segundo as investigações, os documentos eram falsificados a partir de cópias das assinaturas de juízes dos municípios. As autoridades bloquearam R$ 2 milhões em bens vinculados ao suspeito.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Ministério Público recorre de decisão que negou prisão de homem que matou cachorro em Rio Grande

O MP (Ministério Público) recorreu, no início ...

%d blogueiros gostam disto: