Publicado decreto que determina regras mais rígidas contra o coronavírus em Porto Alegre

Com a intenção de frear a velocidade de ocupação de Unidades de Tratamento Intensivo no combate ao novo coronavírus em Porto Alegre, a prefeitura publicou, na madrugada desta terça-feira, um novo decreto que determina regras mais rígidas para conter a pandemia.

A Capital foi incluída na bandeira vermelha, conforme o critério elaborado pelo modelo de Distanciamento Controlado do governo do Rio Grande do Sul. A partir de agora, com o documento publicado no Diário Oficial de Porto Alegre, a cidade ampliou as restrições à circulação de pessoas e às atividades econômicas.

A motivação principal é a velocidade do aumento de internações em leitos de UTIs por Covid-19, que chegaram a 102 pacientes, de acordo com monitoramento da noite dessa segunda-feira, 22. As novas medidas passam a vigorar a partir desta quarta-feira, 24, para o comércio e serviços; quinta-feira, 25, para o setor da alimentação; e sexta-feira, 26, para a indústria e construção civil.

Proibições 

Fica vedado o funcionamento dos shopping centers e centros comerciais, à exceção de farmácias, estabelecimentos de comércio e serviços na área da saúde, posto de atendimento da polícia federal, supermercados, bancos, terminais de autoatendimento, lotéricas, correios, restaurantes, bares e lancherias. O atendimento nas agências bancárias, lotéricas e serviços postais, situados nos shopping centers e centros comerciais deverá ser realizado a portas fechadas, com equipes reduzidas e com restrição do número de clientes, na proporção de um cliente para cada funcionário.

O funcionamento de restaurantes, bares e lancherias fica permitido apenas por sistema de tele-entrega e pegue e leve. Fica determinado o fechamento do Mercado Público, com exceção dos restaurantes, estabelecimentos com comércio de alimentação e vendas de produtos alimentícios, permitido o funcionamento apenas por sistema de tele-entrega, pegue e leve, sendo vedado o ingresso de clientes nos estabelecimentos e a formação de filas.

Fica vedado o funcionamento de casas noturnas, teatros, museus, centros culturais, bibliotecas, cinemas, centros de treinamento, clubes, quadras esportivas, exceto as que permitam esportes individuais. Academias podem funcionar com uma pessoa por vez. O funcionamento dos salões de beleza e barbearias deve ser realizado com equipes reduzidas e com restrição ao número de clientes, não podendo exceder a trinta por cento da capacidade máxima prevista. Também está proibida a aglomeração em parques, praças e locais abertos ao público, sendo determinada a distância mínima de dois metros entre as pessoas e é obrigatório o uso de máscaras. O descumprimento das normas acarretará em multa.

Foto: Alina Souza

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Com avanço da Covid-19, internações em leitos clínicos aumentam 91,5% no RS

O crescimento dos casos confirmados para Covid-19 ...

%d blogueiros gostam disto: