Superintendente do Incra no Rio Grande do Sul, Tarso Teixeira morre vítima do coronavírus

Tarso Teixeira morreu na madrugada desta segunda-feira (04), aos 69 anos. Ele estava internado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre desde o início de dezembro em decorrência da Covid-19.

Teixeira era superintendente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) no Rio Grande do Sul e diretor vice-presidente da Farsul (Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul). Tinha destaque na defesa do direito à propriedade.

O início da trajetória foi na cidade onde nasceu, São Sepé, na Região Central do Estado. Foi onde atuou como presidente do Sindicato Rural durante duas décadas. Depois, por 16 anos, esteve à frente do Sindicato Rural de São Gabriel. Na sequência, comandou diversas entidades que o tornaram um dos líderes rurais mais influentes no Estado.

À frente da superintendência do Incra no Estado desde 2019, viabilizou a entrega de títulos definitivos para mais de 300 famílias assentadas em todo o Rio Grande do Sul, além de firmar parcerias com as prefeituras para investimentos e melhorias em infraestrutura produtiva, buscando recursos federais para estes municípios. Como escritor, é autor dos livros “Visão da Terra” (2004), “Utopias do Atraso (2009) e “Combatendo o Bom Combate” (2019), da Martins Livreiro Editora.

Teixeira era casado, pai de três filhos e avô de dois netos. O sepultamento acontecerá pela tarde, em São Gabriel.

Nota de falecimento

A Superintendência do Incra no RS divulgou uma nota de falecimento:

“Com pesar, a Superintendência do Incra no Rio Grande do Sul comunica o falecimento do superintendente regional, Tarso Teixeira, ocorrido nas primeiras horas desta segunda-feira (04), em função de complicações decorrentes da Covid-19. Ele estava internado há cerca de um mês no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, e o sepultamento será realizado em São Gabriel, onde residia. Teixeira assumiu o Incra/RS em julho de 2019 (nomeação publicada no Diário Oficial da União de 24/07/2019), priorizando a titulação definitiva de áreas de reforma agrária e a articulação de parcerias com prefeituras e entidades para investimentos em infraestrutura e na cadeia produtiva dos assentamentos. À frente da equipe, a superintendência entregou títulos de domínio para cerca de 300 famílias assentadas no Estado. Ao destacar ações e projetos, ele também divulgou o cinquentenário da autarquia, comemorado no ano passado. Formado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Pelotas, com especialização em Estratégia e Geopolítica, Teixeira era técnico aposentado da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do RS, trabalhou em cooperativas e atuou no sindicalismo rural. Aos 69 anos, ele deixa esposa, três filhos e dois netos.”

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Ministério Público recorre de decisão que negou prisão de homem que matou cachorro em Rio Grande

O MP (Ministério Público) recorreu, no início ...

%d blogueiros gostam disto: