Teremos eleições ou não em 2020

Existe uma pergunta que ainda está sem resposta em meio à onda do Covid-19, trata-se das eleições municipais que acontecem este ano, sai ou não? No Congresso Nacional há também uma movimentação para encontrar uma solução diante desse novo dilema. Já foi proposto que as eleições sejam unificadas, em 2022, a fim de se evitar o risco de ter uma eleição em meio à pandemia, teria-se uma economia em termos operacionais e até das próprias campanhas. Porém, para que esta proposta seja aprovada, seria necessário alterar a Constituição Federal, por meio de Emenda Constitucional, aprovada na Câmara e no Senado, além de dois turnos de votação em cada casa. O caminho para aprovação não é, pois, simples.

Por ora ainda está mantido o calendário eleitoral para as Eleições deste ano, inclusive os prazos que já venceram como o prazo de filiação e a troca de domicílio eleitoral. A próxima data importante para os partidos políticos é o prazo para convenção partidária que ocorre entre os dias 20 de Julho e 05 de Agosto, que é quando os partidos escolhem quais os candidatos que irão participar do pleito. A conseqüência maior é na questão do fortalecimento da democracia. Os municípios, como Herval, por exemplo, saem muito prejudicados com isso, pois é neste período onde as coisas acontecem. Eventuais mudanças no calendário eleitoral precisaria passar pelo Congresso que neste momento não existe muita resistência a esta idéia, pois, até mesmo pelo desgaste que p gasto bilionário do fundo eleitoral em tempos de pandemia poderia gerar a classe política. A discussão do adiamento das eleições não são exclusividade do Brasil, países como Estados Unidos, Alemanha e Inglaterra também estão cogitando adiar as suas eleições.

Hoje a pergunta lá em cima não tem resposta, ainda é difícil prever o caminho que será seguido no Brasil, mas o debate já está instalado. Inúmeros fatores concorrem para a decisão de manutenção da eleição ou a sua postergação; no entanto, dois fatores são chave: a evolução da epidemia no país e a articulação dos atores políticos diante das suas propostas.

Sobre Reportagem

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Obras e desenvolvimento para Herval

Nem só do combate ao coronavírus viveremos ...

%d blogueiros gostam disto: