Xavante supera o Cruzeiro para conquistar primeira vitória na Série B

Foi um jogo batalhado, nervoso, sanguíneo, com emoção até o fim. Na noite desta quarta-feira (02), o Brasil superou o Cruzeiro pelo placar de 1×0, gol em assistência de Rodrigo Ferreira e finalização de Gabriel Poveda, o artilheiro xavante até aqui, com dois gols na Série B. A partida realizada no Bento Freitas serviu como primeira vitória na segunda divisão nacional, logo contra o maior adversário em nome e camisa na competição. O resultado positivo traz tranquilidade para Hemerson Maria e o grupo de jogadores, deixando o Brasil fora da zona de rebaixamento e acima dos cruzeirenses na tabela. São 6 pontos contra 4 da Raposa.

O primeiro tempo foi de maior volume azul e branco. O Cruzeiro, como observou Hemerson na entrevista coletiva, estava encontrando espaço entre as linhas defensivas xavantes, o que ele procurou corrigir na etapa final. Enquanto a bola rolava, sustos na defesa. Rafael Martins salvou em chute cruzado de dentro da área logo aos 3 minutos.

Mauricio, ao lado da área pela esquerda, tentou encontrar companheiro em melhor posição para fazer o gol, a bola desviou em Lázaro e foi na rede pelo lado de fora, para sorte rubro-negra. O mais badalado atacante Marcelo Moreno, entretanto, estava bem marcado pelos zagueiros xavantes, em especial Leandro Camilo, que travou épico duelo.

Na etapa final, o Brasil foi efetivo, como se pede para ser quando a qualidade técnica adversária é melhor. Gabriel Poveda e Jarro entraram nas vagas de Matheus Oliveira e Luiz Henrique, renovando o fôlego do Xavante. Em cruzamento da direita, Rodrigo Ferreira encontrou Poveda, que finalizou sem chances para o experiente goleiro Fábio: 1×0.

A partir daí, Hemerson comentou que o Brasil conviveu com o cansaço físico e o recuo foi inevitável. O Cruzeiro buscou atacar com os ingressos Filipe Machado e Régis no meio campo, tentando repetir a flutuação que dava certo na etapa inicial. Foram raros momentos de logro cruzeirense nesses últimos passes e a defesa rubro-negra batalhou da forma que podia para rebater e afastar. Sousa, que vinha criticado pela má qualidade nos passes para armação das jogadas, foi o cão de guarda, protegendo a intermediária defensiva.

As escassas chances cruzeirenses foram indo embora até o apito final, aos 52 minutos. O Brasil repetiu o ano de 1984, quando venceu o Cruzeiro por 1×0 no estádio Bento Freitas, com o gol do histórico centroavante Bira, na estreia daquele Campeonato Brasileiro. Agora, em 2020, em uma Baixada fria, úmida e com o torcedor em casa, por conta da pandemia, a vitória veio com Gabriel Poveda.

Hemerson Maria segue pedindo cautela para o torcedor, que o time vem em busca da evolução. “Ainda não fizemos um jogo perfeito”, analisou. Também explicou situações da partida, como a entrada do zagueiro Héverton no final, para proteger a última linha com cinco jogadores, evitando problemas no jogo aéreo do Cruzeiro. Ele também se mostrou atento para não “entregar demais” sobre sua formatação aos adversários. Mas, ao repetir a escalação inicial da derrota para o Operário, Hemerson começa a indicar preferências para compor a equipe.

Com paciência e no encaixe dos reforços, o treinador catarinense se aproxima de dois meses no comando presencial do Brasil. Na próxima missão, o sábado à noite reserva o enfrentamento com o Náutico, novamente na Baixada, na chance de embalar no campeonato. Com um jogo a menos, que será cumprido posteriormente contra o hoje lanterna Sampaio Corrêa, o Xavante tem 6 pontos na tabela da Série B.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Vulcão na África não deve causar tsunami no Brasil, diz especialista

A história que uma provável erupção nas ...

%d blogueiros gostam disto: